O Presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva lançou, dia 25 de Fevereiro, um programa de 11.300 milhões (4.500 milhões de euros), para reduzir a pobreza em áreas rurais de baixo desenvolvimento social no Brasil.
    Segundo o Lula da Silva, este é “o segundo passo para acabar com a pobreza”, referindo-se também ao programa de transferência de renda Bolsa-Família, que beneficia mais de 11 milhões de famílias.
    A iniciativa é denominada Territórios da Cidadania e reunirá 135 acções de 19 ministérios para atender cerca de mil municípios brasileiros este ano, beneficiando populações indígenas, quilombolas, pescadores e agricultores familiares.
    Os municípios escolhidos foram reunidos em territórios com base na identidade cultural, económica e produtiva.
    Cada território terá de 10 a 30 municípios e haverá pelo menos um em cada Estado do Brasil.
    Lula afirmou que, assim como o Bolsa-Família, o Territórios da Cidadania deverá também receber críticas por ser considerado assistencialista, mas disse confiar que “o povo brasileiro saberá distinguir o que é boa fé do que é de má fé”.

Fonte: Lusa