O coordenador do Greenpeace no Amazonas, Paulo Adário, um dos mais ferrenhos defensores das questões ambientais na região, considera importante a iniciativa do Governo do Amazonas de criar uma política estadual sobre mudanças climáticas, porque, além de evidenciar o seu  compromisso com as questões ambientais, serve de exemplo para o Brasil.

Segundo ele, além de acenar para o futuro, a iniciativa inovadora do Governo do Amazonas deixa claro que é possível e necessário se fazer alguma coisa para preservar a floresta em pé e proporcionar melhores condições de vida ao homem que vive distante dos centros urbanos.

Nosso apoio à iniciativa do Governo do Amazonas está baseado na certeza de que esse é um programa inovador, explica Adário, lembrando que o Brasil  ainda não tem uma política  nacional de mudanças climáticas.

Ele acredita que a iniciativa visionária do Governo do Amazonas vai ser copiada e ajudará o governo brasileiro a desenvolver uma política nacional de mudanças climáticas que, certamente, sensibilizará outros países a seguirem caminho semelhante.

Com isso, o governo brasileiro vai empurrar outros países nessa direção, prevê, destacando que a iniciativa que está nascendo no Amazonas pode ter impacto mundial, porque o Estado tem a segunda maior floresta tropical do mundo, depois da própria Amazônia, e é a mais bem preservada. (

Fonte: WMF