Segundo organizações defensoras de animais, milhões de primatas são caçados a cada ano para o consumo humano, o que está levando muitas espécies à extinção, principalmente na América Latina.

Só as populações rurais da Amazônia brasileira consomem até 5,4 milhões de primatas por ano, mas os números nas Américas Central e do Sul juntas são muito superiores, indicam as organizações “Care for the Wild International” e “Pro Wildlife” em um relatório.

A reprodução lenta e a preferência por viver em pequenos grupos aumentam as ameaças sofridas por muitas espécies.~

“Prevemos outro aumento das atividades de caça no final da estação de chuvas, quando os animais estão em condições físicas magníficas”, disse Sandra Altherr da “Pro Wildlife”. Os métodos tradicionais de caça estão sendo substituídos cada vez mais por armas modernas, o que está aumentando a eficiência dos caçadores.

Segundo o relatório, em diferentes lugares da Amazônia a biomassa de grandes primatas caiu até 93,5%.

Fonte: Ambiente Brasil – LS

**********

Notícias relacionadas:

Comissão nacional busca definir metas contra extinção de espécies
[2006-12-12 04:02:00]