Uma grande paixão, uma traição e uma aventura pela floresta. A trajetória de Maria Alonso, personagem vivida por Christiane Torloni em “Amazônia”, tem todos os ingredientes para o gosto dos mais românticos.

“Naquela época, os homens se batiam por uma mulher no corpo-a-corpo. Essa parte romântica é muito importante na história. O amor ficou meio chulo hoje em dia. Nessa minissérie, está tudo misturado: a paixão pela terra, pela conquista, pela arte. Isso alimenta a gente”, diz Christiane.

Na série que estreou ontem na TV TEM, Maria Alonso é um prato cheio para o estilo aventureiro de Christiane. Prima-dona de uma companhia de zarzuela, ópera espanhola que mistura dança e declamação, ela vai deixar o marido, Gianni (Osmar Prado), para viver com o amante, Luiz Galvez (José Wilker), no Acre.

Apaixonada pelo espanhol, a dançarina chega a largar a carreira. “Essas mulheres como Maria Alonso dão uma força para gente”.

“Viajar ao Acre também foi revitalizante. Tenho uma coisa meio Indiana Jones. Já fui para Índia, Tailândia. Boto mochila e vou embora”, conta a atriz.

in Jornal Bom Dia