kaxium.jpgHá cerca de 30 anos, os índios do Acre já haviam perdido todas as suas terras. Hoje, eles já possuem quase todas as suas antigas áreas de floresta demarcadas e reconhecidas pelo governo brasileiro. E isso aconteceu graças ao surgimento de lideranças que se organizaram e foram à luta pela conquista de seus direitos imemoriais.

Agora, os índios partem para profissionalizar a formação de novas lideranças que vão ampliar a luta em favor da atual e das futuras gerações dos povos indígenas da Amazônia. Para isso, foi inaugurado em Manaus (AM) nesta segunda-feira, dia 21, o Centro Amazônico de Formação Indígena (Cafi), uma iniciativa da Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (Coiab) que conta com o apoio das organizações não-governamentais internacionais The Nature Conservancy (TNC) e Amigos da Terra – Suécia.  [ler] 

* Foto: Sérgio Vale – Educação na aldeia dos índios Kaxinawá (Acre)