A Polícia Federal identificou, semana passada, três áreas de garimpo ilegal na Terra Indígena Kayapó (sul do Pará), durante operação feita com a Funai e o Ibama. O objetivo da operação era expulsar invasores da terra indígena que desmatam a floresta para pastagem. Contudo, relatos de índios sobre mercúrio em rios levaram a polícia a descobrir os garimpos. “Identificamos três áreas de garimpo, uma delas com cerca de cem pessoas e em plena atividade. Não pudemos prender nem expulsar ninguém porque estávamos com poucos policiais”, disse o delegado Antônio Delfino de Castro Neto. A PF gravou imagens dos garimpos e com a Funai prepara uma nova operação para expulsar os garimpeiros.